RIO LOCALIZADO
Texto: Marília Carqueja
Pintura: J. B. de Paula Fonseca
Deforestation

Jardim Botânico

Na base da Serra do Corcovado fica este belíssimo Jardim. Primitivamente era sede de uma fazenda, pertencente a Rodrigo de Freitas. Ali foi erguida uma capela e mais tarde, por ordem de Dom João uma fábrica de pólvora. D. João VI querendo introduzir no Brasil plantas originárias de outros países, escolheu o jardim desta fábrica para fazer aclimatação das plantas.

Em 1809, ele, com suas próprias mãos, plantou uma palmeira (palma mater) originária das Antilhas, que até o fim do século passado engrandecia o jardim.

O primeiro diretor do Jardim Botânico foi o sábio “Frei Leandro do Sacramento”, que tem um busto logo na entrada.

 

 

CASSIA FASTUOSA, Willd.
(Leg. Caes.)

É árvore de belo efeito quando florida, devido ao colorido amarelo intenso das suas flores. Freqüente no Estado do Pará. O exemplar representado na tricromia 4 foi pintado no Jardim Botânico, onde a planta é cultivada. Floresce nos meses de julho a agosto.

Frequently found in Pará. The tree of Plate 4 is cultivated at the Jardim Botânico. Its bright yellow flowers come out in July-August.

Petrópolis

Conhecida como a cidade imperial, Petrópolis nasceu em 1843, na fazenda de Córrego Sujo, comprada por Dom Pedro I ao Sargento-mor José Vieira Afonso.

Com 810 m de altura, tem uma temperatura amena, o que a torna cidade preferida como repouso durante a temporada quente do Rio de Janeiro.

Com vivendas encantadoras, em que as construções elegantes se destacam, comércio e indústria dão um toque original e progressista à cidade.

Vale mencionar seu palácio neoclássico, projetado por Julio Frederico Koeler, hoje Museu Imperial, órgão do Ministério da Cultura.

Petrópolis de 1894 a 1903 foi capital do Estado do Rio de Janeiro. Sua grande característica é que o passado histórico, a natureza e o progresso convivem em harmonia ímpar.

CASSIA MACRANTHERA, DC.
(leg. Caes.)

Árvore freqüente nas florestas do Distrito Federal. Figura na arborização da estrada Rio-Petrópolis. Floresce de abril a junho, cobrindo-se nessa ocasião de grandes e abundantes flores de um amarelo-vivo, dando ao vegetal aspecto deslumbrante.

Tree frequently found in the woods of the Federal District; already planted along the Rio-Petrópolis Highway. It is a very ornamental tree principally at the flowering season, from April to June when it becomes covered with large bright-yellow flowers.

Fonte: Álbum Florístico, Serviço Florestal, Ministério da Agricultura, Rio, 1945.

Págs. 2  3

[Álbuns Florísticos]