Books

PAULUZ
BODMER

PAREI
PARA
PENSAR

MEDITAÇÕES
POÉTICAS

1980

PREFÁCIO

Conseguimos encontrar nas páginas do autor, o reflexo de sua interiorização criadora, numa investida de sentimento e doutrina ao irradiar o sentido de sua mensagem. Sentimos, sem favor, uma constante maneira de ver os fenômenos pela conciliação do real com o inspirador, do bom com a representação mágica e, dentro de certas colocações semânticas, fixar uma forma de escrever e constatar. Creio podermos dizer que tanto o escritor como a obra ascendem ao degrau dos que pensam com sabedoria.

Carlos A . N. Cosenza


ÍNDICE
Festança...............
Incêndio................
Dialética...............
Melodia.................
Filosofia................
Maratona..............
Contemplação.......
Encontro..............
Eclipse.................
Romance..............
Rastros................
Manancial............
Simplicidade.........
Harmonia.............
Essência..............
Fortuna................
Prêmio.................
Junino..................
Ciranda................
Orgulho................
Bondade..............
Instinto................
Fuga....................
Cárcere...............
Rumo..................
01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
   Período...............
Encanto..............
Tormenta.............
Ostentação.........
Aliança...............
Síntese...............
Astronomia.........
Retribuição..........
Pausa.................
Elevação.............
Solidão...............
Viço...................
Espetáculo.........
Ilusão.................
Recado...............
Sentença............
Promoção...........
Preferência........
Transformação...
Soberba..............
Conversação.......
Serpentina...........
Virtude................
Abandono...........
Turismo..............
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40
41
42
43
44
45
46
47
48
49
50
    Valorização.......
Sina.................
Incoerência........
Jornada.............
Mistura.............
Movimento.........
Inspiração.........
Ventura.............
Fantoche...........
Sutileza.............
Vida..................
Afinação............
Melhoria............
Maturação.........
Devaneio...........
Adorno..............
Inverso..............
Variação...........
Quimera............
Aparência.........
Partilha.............
Frutificação.......
Fardo................
Floração...........
Confidência......

51
52
53
54
55
56
57
58
59
60
61
62
63
64
65
66
67
68
69
70
71
72
73
74
75

   Vigília................
Opção...............
Serenidade........
Profecia.............
Promessa..........
Sentido.............
Poesia..............
Dimensão..........
Resistência.......
Náufrago............
Escolha............
Propriedade.......
Conselho. .........
Carência............
Progresso..........
Contraste..........
Debate..............
Vitória...............
Ensejo..............
Fragrância.........
Mensagem........
Visão................
Rodopio............
Avaliação..........
Meditação.........
76
77
78
79
80
81
82
83
84
85
86
87
88
89
90
91
92
93
94
95
96
97
98
99
100

MENSAGEM

Só passarei por este mundo uma vez.

Assim, todas as boas ações que possa praticar e todas as gentilezas que possa dispensar e qualquer ser humano, devo aproveitar este momento para fazê-lo.

Não devo adiá-lo nem esquecer-me delas, pois não voltarei a passar por este caminho.

SABEDORIA ORIENTAL

01) FESTANÇA

Começa o baile e todos saem para dançar.

Passado algum tempo descobrem que poucos são os que têm o seu próprio ritmo.

A maioria passa a vida inteira dançando conforme a música.

02) INCÊNDIO

Se o circo da tua vida pegar fogo, não saia logo correndo atrás de culpados, até porque podes ser um deles.

Em qualquer fogueira da vida, trata primeiro de apagar as chamas.

03) DIALÉTICA

por todos
os lugares
que passares,
pelos caminhos
que percorreres,
verás sempre
uma maioria
e uma minoria


04) MELODIA

Juntou dinheiro e comprou o melhor violino que havia no mercado.

Quando lhe pediram para tocar foi aquela decepção.

Achou então que o problema não era dele, mas do instrumento.

Levou tempo para entender que ter só o violino não basta.

Falta a música, que somente uns poucos têm no coração.

05) FILOSOFIA

Meditam, noite a dentro, sobre as coisas que estão próximas, mas não conseguem tocá-las e muito menos formular, com precisão, os conceitos envolvidos.

Falam e nada transmitem. Não há mensagens. Como até hoje nada encontraram, desistiram de procurar.

Mas olham para a frente com a cabeça erguida. E assim, cheios de vaidade, passam pela vida como contempladores do vazio.

06) MARATONA

Os homens estão mergulhados na grande competição da vida.

Cada qual procura ser o mais rápido e deixar os outros para trás.

Mas os poucos que chegam à meta final já não têm tanta força para gozar os louros da vitória.

E, enquanto correm, se esquecem de viver.

07) CONTEMPLAÇÃO

Os que sobem
na vida
pensam que
lá de cima
se vê melhor
o mundo.
Mas não;
lá de cima
o mundo se
perde de vista.


08) ENCONTRO

A maioria das pessoas que passa pelo teu caminho, geralmente, nada deixa para ser lembrada.

Parece até que uma das funções do ser humano é passar em vão pela vida dos outros.

E, assim, uns chegam, outros partem e nesse vaivém que não termina, as pessoas estão sempre à procura de alguém.

E interessante, quanto mais se procuram, menos se acham.

09) ECLIPSE

Não te iludas
quando disserem
que tudo não passa
dum simples anoitecer.

A escuridão humana
leva, geralmente,
muito tempo
para amanhecer.

10) ROMANCE

Uns amam a vida, outros são amantes dos livros e das flores.

Dizem que é bom amar alguém, alguma idéia ou simplesmente uma determinada coisa.

Todos parecem felizes quando o seu amor é correspondido.

Mas está cheio de pessoas por aí amando mais a si mesmo.

11) RASTROS

Na vida, vários são os caminhos a seguir.

Contudo, muitos se perdem e não conseguem chegar a lugar nenhum.

Outros há que, mesmo sem ter por onde ir, abrem brechas, metem-se por atalhos e compreendem que de qualquer ponto é possível reiniciar a caminhada.

Descobrem que as estradas da vida estão dentro de nós mesmos.


12) MANANCIAL

A fonte da vida jorra para todos.

Poucos são os que lá vão beber uma gota de sabedoria.

A maioria apenas estica a sua caneca esperando que nela caiam moedas de ouro.

13) SIMPLICIDADE

Por enquanto
és uma pessoa
como outra qualquer.
Um dia, talvez,
serás bom e humano.
Pode ser
que este dia
leve muito tempo
para chegar,
ou quem sabe,
nem chegue a brilhar.

14) HARMONIA

Ouvi, muitas vezes, que depois da guerra vem a paz.

Disseram até que as armas são feitas para defender a paz.

E no entanto, a paz que vem depois da guerra é um silêncio de morte e destruição.

Para mim, dizia o sábio, a paz é o que vem antes do conflito; a que tudo faz para evitar a guerra.

15) ESSÊNCIA

Hoje despertei com o canto dos pássaros, que, sedentos de amor, saúdam a chegada da primavera.

Para comemorar a chegada da minha amada levo uma flor apanhada no jardim da praça.

Contudo, é o perfume da minha amada e não o aroma da flor que me faz sentir a primavera.


16) FORTUNA

Um dia, finalmente,
o tão sonhado momento:
tornou-se milionário.
Só que a sua riqueza
era um pouco diferente
das outras que conhecia.

Media a sua grandeza
não pelo que tinha
mas pelo que desprezava.

17) PRÊMIO

Todos têm sua velocidade e tudo tem seu ritmo.

As estradas da vida mais parecem uma pista de corrida.

Os bichos, assustados, fogem em louca disparada e não encontram paz no seu caminho.

Os homens correm atrás do dinheiro e se perdem no vazio.

18) JUNINO

Conscientes de
suas limitações,
há pessoas
que querem ser
como os fogos
de artifício;
e brilhar,
pelo menos,
alguns instantes.

19) CIRANDA

Começar a vida por cima é o sonho de muita gente.

A realidade mostra que a maioria começa por baixo e também por lá fica.

Por cima está sempre uma minoria, que se reveza com o tempo.


20) ORGULHO

Há os que caminham sem se dar conta de onde colocam os pés.

Olham para a frente com a cabeça erguida e só vêem suas ambições.

Contemplam o mundo com arrogância e se esquecem da humildade.

E, no entanto, basta uma pedrinha no seu caminho para que tropecem e caiam.

21) BONDADE

A prática da boa ação enaltece qualquer um.

Mas uma boa ação ainda não é garantia de paz no coração.

Alguns até já se arrependeram das boas ações que fizeram.

Mas isso não é motivo para que não a continues praticando.

22) INSTINTO

“Estarei à tua espera” – disse a árvore ao homem que passava.

Mas ele não ouviu e continuou o seu caminho.

Já nem percebe que está cada vez mais surdo as declarações de amor da natureza.

23) FUGA

Não te deixes
enganar pela
beleza do caminho.
Muitos dos que
ali entraram
só bem longe
descobriram
que era um beco
sem saída.


24) CÁRCERE

Há os que pensam que são livres simplesmente porque se encontram do lado de fora das grades.

Desconhecem que o lado de cá pode ser também um imensa prisão.

Vivem nela sem se dar conta que estão prisioneiros.

E não entendem quando outros escrevem, nos muros da cidade, a palavra da liberdade.

25) RUMO

Ninguém sabe para onde a vida vai.

Muitos dos que passam procuram o sentido da vida.

Outros acham que a vida não tem sentido.

Poucos se lembram que somos nós que temos que dar sentido à vida.

26) PERÍODO

Ainda há gente que acredita que amanhã começará um novo ano em sua vida.

Com todo o estardalhaço dos fogos de artifício a anunciá-lo, o ano novo nada mais é do que um ano qualquer, em que muitos vão passar procurando a felicidade.

Para a grande maioria, o ano novo só acontece no calendário.

27) ENCANTO

A felicidade é
o resultado
de uma série
de fatores
que se combinam.
E, no entanto,
muitos vagam
pelo mundo
procurando-a
como se fosse
um objeto perdido.


28) TORMENTA

O barco da vida, balançando nas ondas, olha, indefeso, tempestade, que se aproxima.

Para a maioria dos que navegam pelos mares da vida, a praia está distante.

Somente os fortes chegarão até lá para sonhar na areia.

29) OSTENTAÇÃO

A vaidade
segue em frente
pisando
as pessoas
que estão
no seu caminho.

Mas como só vê
a si mesma
em vez
de onde anda,
seguramente
acabará caindo
numa armadilha.

30) ALIANÇA

As flores se uniram e fizeram um jardim.

As águas se juntaram e formaram um rio.

As árvores se uniram e fizeram uma floresta.

Os homens se juntaram e formaram uma comunidade.

Depois a comunidade cresceu, arrancou as flores, poluiu os rios e derrubou as árvores.

31) SINTESE

Quem sair em busca da verdade ou da mentira, do feio ou do belo, do certo ou do errado, e de tantas outras coisas mais, tem que procurá-los no mundo dos homens, pois foram eles que inventaram estes conceitos.

Nada disso encontrarás na natureza, que despreza estas coisas e se guia pela harmonia.


32) ASTRONOMIA

Pensou-se, durante séculos, que o mundo girava em torno da Terra.

Hoje sabe-se, que a Terra é um grão de areia no universo.

Entretanto, há pessoas que pensam que o mundo gira em torno delas.

33) RETRIBUIÇÃO

A árvore dá
ao homem
a flor
que encanta,
o fruto
que alimenta
e a sombra
que suaviza.
Muitos homens dão,
na árvore,
uma machadada.

34) PAUSA

Caminhante, é bom que pares, de vez em quando, não só para descansares e saciares a tua sede mas também para construires alguma coisa de bom no teu caminho.

Caminhante, se assim não fizeres, serás igual a tantos outros que passaram em vão pela estradas da vida.

35) ELEVAÇÃO

Tudo o que sobe, desce, e se não desce acaba se perdendo.

Entretanto, tu podes subir dentro de ti mesmo e também no coração dos outros.

Subindo desta maneira, dificilmente cairás.

Tampouco te perderás, pois quanto mais subires tanto mais encontrarás a ti mesmo e aos outros.


36) SOLIDÃO

No mundo do poeta, que estava ficando cada dia mais desabitado, havia uma nave atracada.

Sabia que era preciso levantar as âncoras para que o barco seguisse o seu caminho.

Mas não tinha força!

37) VIÇO

Cuida para que
a tua poesia,
carregada
de amor,
não se
transforme
numa simples
flor
que murcha
ao entardecer.

38) ESPETÁCULO

No teatro da vida há dramas, comédias e tragédias.

Muitos apenas olham e em nada, doque se passa, interferem.

Dizem que são simples espectadores quando, na verdade, não têm outra opção.

Mas sonham em aparecer no palco e serem aplaudidos pela multidão.

39) ILUSÃO

Para muitos, o sonho é mais importante do que a realidade, pois que a sua realidade nada mais é do que a estrada que tem que ser percorrida para alcançar o sonho.

Poucos são os que conseguem transformar o seu sonho em realidade.

Todos os outros que sonham estão dormindo.


40) RECADO

Canto, mas o meu canto é triste, dizia o poeta.

O vento sopra e leva para os outros o meu lamento.

Não consigo fazer versos das minhas alegrias.

Mas gostaria que fossem elas que chegassem ao teu coração, como uma mensagem de amor, que está nascendo.

41) SENTENÇA

Há os que passam a vida inteira julgando os outros.

Por isso ou por aquilo sempre emitem uma opinião.

E, no entanto, se esquecem de julgar a si mesmos.

Não entendem, que êste sim é o mais belo de todos os julgamentos.

42) PROMOÇÃO

Há os que subindo na vida se colocam acima dos outros.

Chamam de grande feito o que não passa de um simples salto.

Confundem o ato de galgar posições com o de elevar-se.

Dessa maneira, quase nunca conseguem subir dentro de si mesmos.

43) PREFERENCIA

Todos tem o seu próprio mundo assim como cada mundo tem o seu próprio céu.

Cabe a ti escolher se enches o teu mundo de sonhos, que se dissiparão ao entardecer, ou se o teu céu de estrelas, que se apagarão ao amanhecer.


44) TRANSFORMAÇÃO

No teatro da vida, apesar da peça não ter sido escrita com antecedência, os atores procuram representar os seus papéis da melhor maneira possível.

E porque são movidos, fundamentalmente, pela lei do interesse, não vacilaram em fazer do palco da vida uma grande arena.

45) SOBERBA

As nuvens olham, lá de cima, o mundo a seus pés.

Certos homens, do alto de suas vaidades, sonham em fazer o mesmo.

Só que, de repente, as nuvens se transformam em chuva, que cai lá do céu.

Os homens caem das alturas e muitos já não se levantam mais.

46) CONVERSAÇÃO

Depois de vagarem pelo mundo, a Razão e o Interesse se encontraram, e cansados que estavam, sentaram-se à sombra de uma árvore para descansar:

Nas minhas caminhadas, disse a Razão, o que mais vi foram as pessoas colocarem, acima de tudo, os seus próprios interesses.

Sendo assim, respondeu o Interesse, nenhuma delas pode ter razão.

47) SERPENTINA

O carnaval da vida está cheio de ilusão.

As pessoas brincam e cantam até o amanhecer.

Escondem-se atrás de suas máscaras e fantasias.

E sabem, que o importante é sonhar por alguns momentos.


48) VIRTUDE

Aquele
que aproveita
o vento
favorável
pode ir
bem longe
e até ter
algum mérito;
mas valor mesmo
só tem aquele
que enfrenta
a tempestade.

49) ABANDONO

Muitos querem ser amados sem amar, querem receber mas não sabem dar.

Em suma, querem dos outros o que jamais fariam por alguém.

E, no entanto, são os mesmos que afirmam, que o amor partiu, que a felicidade se foi e que já não há mais ninguém para preencher o vazio das suas noites de solidão.

50) TURISMO

Quando chegava em qualquer cidade logo aconselhavam-me a visitar os lugares mais interessantes e pitorescos.

E eu, então, pedia: mostrem-me as pessoas, quero ouvir o que dizem e saber o que pensam.

É que gosto de ver os lugares, dizia o sábio, através dos pensamentos dos que lá vivem.

51) VALORIZAÇÃO

O tolo acha que valemos pelo que parecemos.

Outros acham que valemos pelo que dizemos e pensamos.

Muitos acham que valemos por aquilo que temos.

Poucos são os que dão valor aquilo que somos.

E a maioria, geralmente, avalia pelo preço e não pelo valor.


52) SINA

Na natureza,
e na vida
do ser humano,
quatro são
as estações.
E, no entanto,
há pessoas,
que durante
toda vida
só conhecem
o frio dos
invernos.

53) INCOERÊNCIA

Na escola aprendemos certas coisas, em casa nos dizem o contrário e nas ruas vemos que as coisas são bem diferentes de como nos ensinaram.

Mas não critiques a escola, a tua casa, ou os caminhos por onde passas, pois que, geralmente, toda crítica é vã.

Aproveita esta oportunidade que te oferece a contradição: tiras tu mesmo as tuas próprias conclusões.

54) JORNADA

Depois de uma longa caminhada pela vida muitos querem descansar e não podem: as suas consciências estão pesadas.

Outros há cujos corações estão em paz: aqueles, que depois de percorrerem vários caminhos nunca pisaram ninguém, na sua travessia.

55) MISTURA

Muitos ainda confundem a verdade com a mentira, a amizade com o amor, o sonho com a realidade e outros conceitos mais.

À medida que a vida vai passando, e parece bom que seja assim, vai nos ensinando a confundir estas coisas cada vez menos.


56) MOVIMENTO

Ao amanhecer, as ondas se aproximam das praias para lhes falarem de amor.

Quando desponta a realidade, os sonhos, como uma grande onda, se aproximam das rochas.

Todos ouvem o estrondo de seu rebento contra as pedras.

Somente uns poucos escutam a melodia.

57) INSPIRAÇÃO

Os tolos se iludemtentando rabiscar versos na areia.

Esquecem quea poesia que fica é a escrita no chão da vida, onde todos pisam mas ninguém a apaga.

58) VENTURA

Muitos procuram a felicidade mesmo sem saber o endereço.

Outros sabem o endereço mas nunca a encontram em casa.

A maioria espera que ela, um dia, venha bater à sua porta.

Poucos se lembram que a felicidade está dentro de nós mesmos.

Basta apenas despertá-la.

59) FANTOCHE

No teatro da praça, o espetáculo é maravilhoso quando o artista, ao movimentar seus dedos, parece dar vida às marionetes, que girando, aparecem no palco.

No teatro da vida, ao contrário, o espetáculo é dantesco, quando as pessoas, ao estalar dos dedos dos seus senhores, ficam dando voltas.


60) SUTILEZA

Comprou um dicionário e tirou de lá todas as palavras bonitas.

Mas, quando foi dizê-las a graça das palavras se perdeu na sua voz.

É que a beleza das palavras está na maneira de dizê-las.

61) VIDA

Quando não se sente, que os anos passam, parece que estamos vivendo.

Mas, um belo dia, a gente descobre que viver somente não basta.

Enquanto uns afirmam que é preciso construir outros dizem que o importante é criar.

E é justamente aqui que a maioria perde o fôlego.

62) AFINAÇÃO

O violino,
geralmente,
fala de amor,
mas hoje,
a música
que ele toca
conta histórias
duma estrela
que se apagou.

63) MELHORIA

Não precisas fazer mal a ninguém, quando existem ainda tantas coisas boas por se fazer.

Entretanto, deves fazer sempre o melhor; e o melhor que podes fazer é melhorar a ti mesmo.

Lembra-te; aquele que melhora a si mesmo melhora tudo a sua volta.


64) MATURAÇÃO

Poucas são
as árvores,
que não
dão frutos.

Muitos são
os homens,
que não
dão frutos.

65) DEVANEIO

As nuvens são como as tuas ilusões.

Hoje elas toldaram o Sol e nublaram o céu.

O Sol, entretanto, sabe que as nuvens são passageiras.

Mas tu continuas pensando que as tuas ilusões não serão sopradas pelos ventos.

66) ADORNO

Não há fantasia na vida das flores.

Desabrocham ao amanhecer e muitas nem chegam a ver o cintilar das estrelas.

Conhecem o toque das borboletas e são derrubadas pela carícia dos ventos.

Mas onde houver um pouco de amor, lá podes colocar uma flor.

E lembra, que é no teu coração que brilha a primavera.

67) INVERSO

Uns correm
atrás da
felicidade
e nunca a
alcançam.

Outros são
Perseguidos
por ela
e fogem.


68) VARIAÇÃO

Uma coisa é a verdade que os homens dizem.

Outra coisa é a verdade que não dizem.

Pelos caminhos que passares ouvirás muitas verdades.

E quanto mais caminhares verás que o que é verdade aqui não precisa ser ali e muito menos acolá.

69) QUIMERA

A maioria
se ilude
com sonhos
dourados,
como se a lua de primavera tivesse o brilho das estrelas.

70) APARÊNCIA

Hoje, dizia o sábio, mais uma vez me enganei.

De inicio pensei que se tratava de uma pessoa mergulhada nas trevas da solidão.

Mas não, no seu coração havia uma noite de primavera.

71) PARTILHA

Ao terminar a caminhada, três viajantes resolveram dividir o vaso de planta que carregaram.

O primeiro arrancou as flores e disse que ia oferecê-las à sua amada.

O segundo disse que precisava ornamentar a varanda da sua casa e levou o vaso.

O último ficou com a terra e disse que nela vai colocar uma semente.


72) FRUTIFICAÇÃO

Não te iludas
com os frutos
que amadurecem
nas árvores.

O outono da vida
só começa
quando o fruto
da sabedoria,
soprado
pelos ventos,
amadurece
no teu coração.

73) FARDO

A vaidade é uma bagagem que alguns levam pelo mundo afora.

Por isso, se ela é o teu guia, prepara-te para carregá-la nas costas e não te surpreendas, se, com tanto peso, não chegares a lugar algum.

74) FLORAÇÃO

A primavera
da vida
chega apenas
para alguns.

A maioria,
quando muito,
recebe um
buquê de flores.

75) CONFIDÊNCIA

... e contava, que “pior do que as coisas que lhe aconteciam eram as pessoas que lhe apareciam”, quando então, uma velhinha desconhecida, sentada no mesmo banco da praça, interrompeu a conversa dizendo, que “pior é quando já não aparece mais ninguém e a solidão é a nossa única companheira...”


76) VIGÍLIA

O silêncio do universo envia uma mensagem.

A lua caminha pelo espaço e as estrelas brilham no horizonte.

O poeta sobe no cume do monte e grita para o céu:

“- Os homens continuam sonhando!”

77) OPÇAO

Poucos são os que
procuram ganhar
menos e viver mais.
A maioria prefere
ganhar mais,
nem que para isto
tenha de viver menos.
É uma questão de escolha:
só que com o passar
do tempo descobrem
que o que ganharam
não vale nada.

78) SERENIDADE

Dependendo de quem ouve e dos lugares onde são ditas, as tuas palavras podem ter várias interpretações.

Assim, é bom explicar, de vez em quando, o significado delas, para que sejam como aquelas nuvens, que passam sem fazer desabar o temporal.

79) PROFECIA

O tempo passa para todos e velozmente desliza pelas nossas vidas.

As pessoas estão preocupadas com o futuro, que neste momento nada te dirá.

Acorda, enfrenta o teu presente, que é o teu tempo real.

Não faz nenhum sentido sonhar com o amanhã, mesmo porque pode ser um pesadelo.


80) PROMESSA

Quando fostes embora, a neve, espalhada pelo chão do bosque, guardou as marcas dos teus passos.

No dia seguinte não viestes ao encontro. Talvez tenhas te perdido, pois a neve que caiu apagou as marcas e cobriu a estradinha, que leva ao bosque.

Como prometestes voltar, sigo te esperando. Sei que o sol da primavera derretará o gelo e te mostrará o caminho de volta.

81) SENTIDO

Muitos não sabem para onde vão, mas nem por isso deixam de seguir algum caminho.

Estão perdidos, dirão alguns, mas isto é uma questão de ponto de vista.

Se a tua meta é ajudar aos que passam, então não importa a direção em que vais.

82) POESIA

Depois do que
viu e sofreu,
o coração
do poeta
virou pedra
e a flecha
do cupido
se espatifou.

83) DIMENSÃO

O céu industrial promete estrelas de ouro, que cintilam sobre os sonhos de grandeza.

Embaixo dele, muitos pensam que a diferença entre as pessoas depende da quantidade de moedas, que cada um traz no bolso.

Se esquecem que a grandeza dos homens está no seu valor, e por isso se vendem por qualquer preço.


84) RESISTENCIA

Dizem, por todas as partes, que não há tempo para quase nada.

Como se isso não bastasse, o homem ainda tem que saltar obstáculos, contorná-los ou vencê-los para continuar seu caminho.

Outros afirmam que tudo na vida pode ser superado.

Entretanto, o que se vê são as pessoas sendo superadas pelos obstáculos.

85) NÁUFRAGO

Sabe aquele pedaço de pau que fica boiando nas águas do mar ?

-“Pois é, sou eu”, dizia-me o ser humano amargurado.

Constantemente, as ondas o atiram contra as rochas.

Poucas são as vezes que o fazem descansar na areia.

86) ESCOLHA

Dizem que, para quem deseja ardentemente, tudo é possível.

Outros afirmam que muitos tinham tudo para serem felizes mas não sabem porque não conseguiram ser.

Só uma minoria é que procura o nada, o não Ter; e deseja, ardentemente, apenas ser.

Ser, com letra maiúscula, uma opção que poucos têm como meta.

87) PROPRIEDADE

As coisas
têm mais poder
que as pessoas
e seguem
escravizando
muita gente.
As pessoas,
entretanto,
seguem dizendo
que são donas
das coisas.


88) CONSELHO

Dois caminhantes encontraram-se perto de um rio; e, mesmo cansados, começaram a conversar:
O ódio que carrego é um fardo pesado e quero livrar-me dele no primeiro lugarejo que chegar.

A aldeia mais próxima, disse o outro, ainda está distante. Foi de lá que eu vim. Terias que carregar o teu ódio ainda bastante tempo. Não achas melhor livrar-te dele aqui mesmo, para que ninguém saiba que carregavas tão molesta carga?

89) CARÊNCIA

A flor precisa de sol.

As pessoas precisam de amor.

O poeta precisa de estrelas.

E, assim, o sonho da vida continua.

90) PROGRESSO

Entrando nas cidades, podes apreciar os majestosos edifícios e as largas ruas que, cobertas de cimento e de asfalto, ocupam o lugar dos bosques e jardins.

As flores podem ser vistas nos cemitérios ou compradas nos floristas.

Compre-as quantas quiseres, para enfeitar a tua solidão.

91) CONTRASTE

Muitos te dirão que as pessoas são todas iguais.

A vida, entretanto, te mostrará, que o que mais as caracteriza é, precisamente, a diferença entre elas.

Ainda bem que é assim, pois o que falta em uma podes encontrar em outra.


92) DEBATE

O jardim florido disse para o céu noturno:
“ -Vejo as tuas estrelas mas tu não vês as minhas flores. ”

O céu noturno, então, respondeu ao jardim florido:
“ -Ao amanhecer, iluminarei o teu coração com o sol de primavera.”

93) VITÓRIA

De tanto
pensar que
o importante
é vencer
os dias,
muitos até
se esquecem
de vivê-los.

94) ENSEJO

Hoje foi um dia triste.

Apesar de Ter procurado por todas as partes não consegui encontrar a oportunidade de fazer uma boa ação.

Nem o fato de dizerem que valeu a intenção serve-me de consolo.

Amanhã me esforçarei ainda mais.

95) FRAGRÂNCIA

Mais importante do que as flores que enfeitam a tua estrada são as pessoas, que se encontram no teu caminho.

Assim, dizia o florista, pode até lhe parecer um absurdo, mas quem compra flores e as presenteia faz melhor negócio do que eu, que as compro para revender.


96) MENSAGEM

Se caíres, caias perto de mim para que eu possa amparar a tua queda ou então ajudar-te a levantar para seguires o teu caminho.

Mas, se subires, subas longe de mim para que eu não caia na tentação de agarrar-me às tuas asas e dificultar o teu vôo...

97) VISÃO

Olhando
pela janela
da tua casa
verás o mundo
que te rodeia.

Para melhor
compreendê-lo
é preciso olhar
para dentro
de ti mesmo.

98) RODOPIO

O mundo segue girando sem parar.

O movimento é uma das constantes do universo.

Passam as estrelas, a Lua e amanhece.

Alguns ainda estão dormindo com os seus sonhos de grandeza.

Outros giram em torno de alguém, como satélites.

99) AVALIAÇÃO

Parece que de longe se vê melhor as pessoas.

De lá, a gente examina o que fizeram ou deixaram de fazer.

Isto ainda não quer dizer que, fazendo alguma coisa, passem a ter algum valor.

É que, enquanto uns valem pelo que fazem, outros valem, exatamente, pelo que deixaram de fazer.


100) MEDITAÇÃO

Depois de muito
caminhar
alguns param
para pensar.

E assim,
observam melhor
o que está
à sua volta.

Afinal,
sair da máquina
dos homens
é tornar-se
você mesmo.

       

[P. P. Pensar]