IRACEMA

Iracema, virgem dos lábios de mel, era da tribo dos Tabajaras. Tinhas os cabelos mais negros que a aza da graúna. Um dia, enquanto descansava, ouviu um rumor próximo. Olhou e viu um jovem e bonito guerreiro branco à sua frente.
UBIRAJARA

Jaguaré achou Araci muito bonita e pediu que ela se casasse com ele. Araci diz que é filha de Itaquê, chefe dos Tocantins e que na sua tribo cem guerreiros a querem como esposa. Se Jaguaré quiser, poderá ir à sua tribo exceder os outros em valor e trabalho e, então, desposá-la. Disse isso e partiu.
FONTE: Texto extraído do verso das estampas.

OBS: Venha conhecer estas e outras lendas (Caramuru, o Guarani etc) do folclore nacional onde os índios, apresentados como heróis, foram sendo dizimados pelos "caras pálidas", que lhes roubaram as terras, as crenças, a dignidade e a vida.
  [Flores]  [Bens Culturais]  [Mucha]  [Manuelino]  [Ambulantes]  [Ferrovia]  [Expo 22]

[Palestras]